Entender tudo sobre os meios de pagamento existentes hoje no mercado é essencial para que você possa optar por aquele que mais ofereça vantagens para o seu perfil e momento de compra.

Selecionamos os mais utilizados atualmente! Confira abaixo informações sobre cada um deles.

Cartão com chip e cartão magnético

O cartão com chip e o cartão magnético são, atualmente, o método de pagamento preferido dos consumidores país afora. Apesar de não ser a opção mais moderna (vamos explicar um pouco mais sobre pagamento digital à frente), ainda é popular e funciona para grande parte da população.

Conhecidos como cartão de débito e crédito, as opções são definidas por companhias — conhecidas como bandeiras de cartão — que regulam e oferecem os serviços.

O cartão de crédito é muito utilizado e vantajoso porque permite fazer compras de maior valor e compras parceladas, além de dar fôlego ao comprador que não tem o dinheiro em questão na conta corrente naquele momento.

Já o cartão de débito funciona em sincronia com uma instituição bancária. O dinheiro disponível é aquele que já existe em conta e, quando a compra é realizada, automaticamente o valor é debitado do montante total. Funciona sempre como um pagamento à vista.

Em ambos os casos é preciso contar com uma máquina de cartão que aceite as bandeiras em questão, e quem fica responsável por isso é o próprio lojista.

Dinheiro em espécie

O dinheiro em espécie é utilizado há centenas de anos pelos humanos e já faz parte de nossa história e quem somos. Todos os métodos de pagamento existentes hoje são, de alguma forma, um desdobramento do próprio pagamento em dinheiro em espécie, sempre desenvolvidos como uma maneira de tornar o processo mais fácil, simples ou vantajoso para alguma das partes.

Historicamente falando, passamos dos objetos às moedas e depois às cédulas de papel. No século 13, Marco Polo e outros viajantes do ocidente levaram o conceito para a Europa. Em 1657, na Suécia, o Stockholms Banco, foi o primeiro banco europeu a imprimir cédulas de dinheiro.

Com a modernidade, ele está caindo em desuso e a tendência é que a circulação física de dinheiro simplesmente deixe de existir com o passar dos anos.

Boleto bancário

O boleto bancário é extremamente popular como método de pagamento. Ele é responsável pela segunda maior fatia do mercado quando o assunto é esse, principalmente por conta do comércio on-line.

Isso sem contar compras como instituições de educação, de saúde, estacionamentos, ingressos e muitos outros serviços e produtos que permitem que o pagamento seja realizado dessa forma.

Porém, conta com alguns pontos negativos, principalmente para o empreendedor. A taxa que se cobra para emissão de boletos nos bancos é alta. Além disso, o consumidor pode decidir não pagar aquela guia, pois nada impede que ele imprima o papel e simplesmente deixe de realizar o pagamento.

Transferência on-line

As transferências também são métodos de pagamento populares. Hoje, existem duas modalidades diferentes disponíveis nas instituições do país: TEC e DOC. A diferença entre eles é que a primeira cai na conta do destinatário no mesmo dia útil, enquanto a segunda apenas um dia útil depois da operação.

A transferência nada mais é do que uma movimentação de fundos entre um comprador e uma empresa. É fácil e segura de ser feita, mas seu pagamento é mais demorado.

Não é muito comum que se faça esse tipo de pagamento no país por conta da falta de confiança na hora de passar seus dados bancários para quem não conhece.

QR Code

O QR Code é uma das mais modernas maneiras de se realizar um pagamento, e o melhor de tudo é que você só precisa de um celular para conseguir concluí-lo. o QR Code é um código de barras bidimensional de resposta rápida.

Ele é seguro e extremamente eficiente. É possível inserir qualquer tipo de informação por lá, desde sites até mesmo, é claro, informações para pagamento.

Existem diversos aplicativos e plataformas que já permitem a realização de pagamentos por meio desse tipo de serviço. Você diz para o app qual é o valor a ser pago e o estabelecimento em questão escaneia seu código, debitando o valor de sua conta automaticamente. Incrível, não é mesmo?

NFC

O NFC é outra forma de pagamento digital, assim como o QR Code. A sigla NFFC vem da expressão Near Field Communication (comunicação por campo de proximidade, em tradução livre).

É simplesmente uma forma diferente de se realizar a transmissão de dados sem nenhum tipo de fio, apenas por meio da aproximação de um dispositivo. Hoje, temos cartões que contam com essa tecnologia, mas ela também aplicável a celular e wearables.

O NFC gera uma frequência de rádio que permite a troca de dados a curta distância por um período curto de tempo. É rápido e seguro.

Cheque

O cheque é um método de pagamento que já passou por seus tempos áureos. Podemos pensar nele como um precursor do cartão de crédito e débito. Foi uma das mais populares formas de pagar no século passado.

É um título de crédito em que uma pessoa dá para a instituição financeira uma ordem para pagamento de uma certa quantia em dinheiro, que será debitada de sua conta corrente. A possibilidade de fraudes é enorme.

Hoje, também está caindo em desuso. Lojas já não aceitam mais o pedaço de papel que promete determinado valor em dinheiro, simplesmente pela falta de segurança. A clonagem desse documento foi um dos maiores motivos para a escalada na emissão dos cartões pelos bancos.

Gostou de aprender mais sobre métodos de pagamento?

Entender sobre os métodos de pagamento, suas vantagens e história é primordial para que se faça o uso de cada um deles da maneira correta, tendo consciência de seu funcionamento.

É muito mais fácil se sentir seguro e garantir os seus direitos quando você compreende exatamente o que está fazendo com o seu dinheiro, não é mesmo?

Aqui na Alymente nós queremos que você se sinta confortável e seguro com a maneira com que realiza seus pagamentos digitais, por isso há muito mais conteúdos como esse em nosso blog.

Acesse e acompanhe as novidades!

Related Post

No Comments

Deixe uma resposta