Para manterem-se competitivas, empresas de todos os setores devem estar atentas às novidades no setor de tecnologia, estudando e implementado aquelas que se adequem ao modelo de negócio em questão.

Hoje, quem não se mantém atualizado em relação às práticas que a transformação digital tem trazido para diversos modelos de negócio, não será capaz de manter-se competitivo ou alcançar o topo.

Pensando nisso, a Alymente selecionou algumas tendências que devem estar no radar das companhias que buscam ser cada dia mais eficientes e competitivas. Confira abaixo o que preparamos!

1. Microlearning corporativo

O conceito de microlearning corporativo ainda é desconhecido por grande parte das organizações brasileiras. Treinamentos internos são realizados todos os dias em empresas de todo o país, mas, muitas vezes, custam caro e não são muito efetivos.

Foi exatamente daí que surgiu a ideia do microlearning. É uma forma de ensino on-line, com o objetivo de desenvolver os colaboradores dentro de uma empresa que conta com um objetivo pontual e específico.

A ideia é uma tendência porque, atualmente, o tempo que se passa dentro da organização é extremamente precioso, e o microlearning é uma maneira fácil de encaixar um treinamento no dia a dia da pessoa, mas sem impactar em sua produtividade ou em suas responsabilidades.

Além disso, ele pode ser visto a qualquer momento de qualquer dispositivo: celular, PC ou mesmo tablet. Então não é preciso marcar uma hora, organizar uma sala e esperar com que todos se acomodem.

O microlearning pode ser utilizado para reforçar conceitos, passar orientações, cobrir alguma deficiência de comunicação ou mesmo criar um acervo de conteúdo que podem ser consultados em momentos de dúvida.

2. Automação de processos

A jornada de transformação digital é levada cada vez mais a sério pelas organizações no Brasil. Isso envolve uma série de práticas e estratégias diferentes, como a automação de processos por meio de metodologias ágeis.

Esse tipo de ferramenta centraliza as tarefas a serem realizadas e todas as informações referentes a ela em uma única plataforma, integrando os colaboradores e permitindo com que todos tenham acesso rápido e fácil às etapas de um determinado processo.

Isso economiza tempo do time, pois evita que a troca de informações dependa do boca a boca ou de um e-mail, por exemplo. Basta acessar a ferramenta e checar que etapa está rodando.

Como o monitoramento se torna mais simples, a tomada de decisão faz-se mais assertiva e a análise dos dados fica mais fácil. A automação também diminui a necessidade de retrabalhos e a taxa de falha humana.

Outras áreas também podem ser automatizadas, como gerenciamento inteligente de gastos para ajudar na tomada de decisão dos investimentos da organização. Existem diversas metodologias diferentes que podem auxiliar as empresas, como o BPM — Business Process Management, uma das maiores novidades no setor de tecnologia.

3. Plataformas de benefícios para colaboradores e empresas

Os setores de Recursos Humanos das empresas gastam muito tempo e esforços para, todos os meses, garantir que os colaboradores recebam suas cestas de benefícios completas.

Alimentação, mobilidade, educação, refeição, academia, bem-estar, entretenimento e outros devem ser manejados e planejados cuidadosamente, o que acaba não sendo nada prático para os responsáveis das áreas.

Para contornar esse problema, foram desenvolvidas plataformas de benefícios flexíveis para os colaboradores das organizações. Funciona da seguinte forma: a empresa decide qual é o valor total da soma de todos os benefícios que quer oferecer para quem trabalha na organização.

Esse valor é disponibilizado em um aplicativo, uma plataforma simples de ser utilizada e fácil de entender. Dessa forma, não é mais preciso adquirir cotas para cartões variados, por exemplo. O colaborador fica com um saldo disponível para gastar no que achar necessário dentro da rede credenciada.

A Alymente, por exemplo, funciona com o pagamento por meio de QR Code. Então, se o colaborador for almoçar, por exemplo, basta abrir o celular, ir ao caixa do estabelecimento e escanear o QR code, para que o dinheiro seja debitado da plataforma. É possível realizar esse pagamento em estabelecimentos que fazem parte da rede Alymente ou que trabalhem com maquininha da Cielo. Outra opção de pagamento da Alymente é o reembolso, que te possibilita pagar da maneira que quiser (dinheiro, cartão de crédito ou débito). Basta tirar uma foto da nota fiscal e fazer o upload na plataforma. O valor será consumido do saldo e depositado na conta corrente cadastrada na plataforma.

4. Computação em nuvem

A computação em nuvem (ou cloud computing) é uma das novidades no setor de tecnologia que mais estão estabelecidas no mercado. Ele é considerado um dos pilares dos processos de transformação digital das empresas, e consiste na ideia de que qualquer informação, recurso ou software pode ser acessado de qualquer dispositivo conectado à internet, funcionando como um serviço, e não como um produto.

Essa é uma ótima maneira de reduzir os cursos para as empresas, além de otimizar os recursos tecnológicos e sua utilização no dia a dia. Nesse tipo de modelo de contratação, você paga apenas por aquilo que consome, ou seja, os recursos podem ser agregados conforme a necessidade, sem ser preciso encaixar-se em escopos fechados.

Além disso, tudo fica no controle da própria empresa contratante, acompanhando e controlando todos os ambientes existentes de qualquer lugar e há qualquer momento.

Gostou de conhecer essas novidades no setor de tecnologia?

Depois de conhecer essas quatro novidades no setor de tecnologia, você já deve ter entendido como é importante manter-se atualizado e conhecer o que está acontecendo no mercado nos dias de hoje.

No blog da Alymente nós sempre escrevemos sobre tendências do setor para que você possa aprender e implementar em sua empresa aquilo que fará com que ela escale e alcance o topo!

Confira mais artigos como esse aqui!

Related Post

No Comments

Deixe uma resposta